Tipo 6 [ Montanha - Linux - Radio Amador - Fotos - Motos - Astronomia ] - Escalada no Pão de Açúcar “Via dos Italianos – Secundo”

Welcome to Tipo 6  [ Montanha - Linux - Radio Amador - Fotos - Motos - Astronomia ]
  

Tipo 6 [ Montanha - Linux - Radio Amador - Fotos - Motos - Astronomia ]

Opções
· Home
· Arquivados
· Buscar
· Contato
· Conteudo
· Estatísticas
· Imprimir
· Publicidade
· Sua Conta
· Top 10
· Tópicos


Busca no Site




Folha
·Desafiando EUA, Colômbia suspende pulverização em plantações de coca
·Florida, Fan Bingbing já é um dos principais destaques do tapete vermelho de Cannes
·Sob protesto, Tite define titulares do Corinthians contra a Chapecoense
·Novo em Folha: Prêmio Jornalismo Cidadão recebe inscrições até 31 de maio
·Em entrevista, André Abujamra exibe vídeo inédito do pai; assista
·Petrobras lucra R$ 5,33 bilhões no 1º tri, após perda bilionária em 2014
·Ex-ministro de Dilma e Lula, Padilha é hostilizado em restaurante em SP
·Canal BIS exibe documentário inédito de BB King
·Vídeo mostra racismo com ginasta da seleção; confederação vai apurar caso
·Dólar retoma força no final do dia, mas fecha abaixo de R$ 3 por EUA

Leia mais...


Visitantes
  Localização dos visistantes
Locations of visitors to this page
Data reset mapa
25 Jul 2009



IPV6
ipv6 ready


  
Escalada no Pão de Açúcar “Via dos Italianos – Secundo”
Posted by hipolito on Sábado, julho 29 @ 13:36:23 BRT
Montanhismo A cidade do Rio de Janeiro atrai visitantes do mundo todo e, devido ao seu clima tropical, em todos os meses do ano. Alguns procurando suas belas praias, outros atraídos pelas belas mulheres, e ainda outros atraídos pelos esportes ligados à natureza, como o surf, o vôo-livre e a escalada!

Imagem 025

Foi este último que me levou nas férias de julho a um dos principais cartões postais da “Cidade Maravilhosa”: O Pão de Açúcar!

Esta montanha de 395 metros a beira mar fica no bairro da Urca, e teve sua primeira ascensão em 1817 pela inglesa Enrieta Carstier, que após subir pela face leste fincou uma bandeira britânica em seu topo (esta foi a primeira manifestação de escalada no Brasil). No dia seguinte um soldado português, motivado pelo sentimento nacionalista teria subido e substituído a bandeira inglesa pela de seu país.

Imagem 059





No ano de 1911 teve início a construção do Teleférico, concluída em 1913. Isto facilitou o acesso ao cume e transformou o Pão de Açúcar em um dos cartões postais da cidade, conhecido no mundo todo, inclusive em um dos filmes do agente secreto britânico 007.


Imagem 038


Minha intenção era alcançar o cume do Pão de Açúcar de uma maneira menos turística e mais nobre do que de bondinho.

Junto com meu amigo Hilton Benke, decidimos escalar a “Via dos Italianos”, na face oeste, voltada ao Morro da Urca, local de parada do 1o bondinho. Esta via transcorre por uma linha bem visível.

Imagem 055

Como não tínhamos nenhum conhecimento da via ou do local propriamente dito, comprei o “Guia de Escalada da Urca”. Com ele, descobrimos como chegar na base da via, o traçado exato que ela segue, o local das proteções e o grau de dificuldade. Descobrimos também que a via escolhida só atingia a metade da parede. Nós deveríamos fazer duas variantes para a esquerda. Na primeira atingiríamos a via “Cavalo Louco” e na segunda chegaríamos na via “Secundo” e por ela seguiríamos até o cume. Este itinerário é comum e chamado “Via dos Italianos – Secundo”. Agora, com um bom conhecimento da via estávamos prontos para escalar.

Imagem 015

No dia 06 de julho, por volta das 10 horas, após uma rápida caminhada na mata, sob um céu cinza, chegamos na base da via. Isto me fez perceber como o Rio é uma cidade de contrastes: uma vegetação exuberante e repleta de animais como pássaros, lagartos e sagüis, em meio à agitação da metrópole.

O Hilton iniciou a escalada que sai por uma fenda, e depois de alguns metros vai para a direita pra então seguir reto. Sempre em uma parede com inclinação de praticamente 90o. Pouco antes de completar a cordada, ele sofre uma queda, motivada pelo nervosismo do primeiro contato. Logo se recupera e chega na parada. É minha vez de escalar, e percebo a textura do granito, com enormes cristais muito firmes. Chego na primeira parada. Só então percebo que o céu está ficando bem azul, e me surpreendo com toda a paisagem em volta: a Baia de Guanabara, o Aeroporto Santos Dumont, a ponte Rio – Niterói, a Praia Vermelha e todo aquele mar.

Imagem 033

Inicio a segunda cordada que segue sem dificuldade e logo vejo um pouco a direita um cabo de aço da via “CEPI”. e os grampos da parada, com um excelente platô. Estou no final da “Via dos Italianos”. Enquanto preparo a equalização e dou segurança, observo a maravilhosa vista que apenas nós estamos tendo naquele momento. Após a chegada de meu parceiro, tomamos um pouco de água e Hilton inicia a terceira cordada, já realizando a primeira variante para a esquerda. Este trecho é mais fácil, e também termina num ótimo platô. È difícil realizar uma escalada num lugar assim sem tirar muitas fotografias ou simplesmente observar a vista! Então, após mais uma longa parada, inicio a quarta cordada que é bem curta (25 m). Ela segue em arco para a esquerda, sendo a segunda variante e alcança a via “Secundo”. Ao chegar nesta parada, Hilton já inicia a próxima cordada. Agora segue em linha reta, com uma inclinação um pouco mais baixa e agarras melhores levando-no a mais uma parada. Eu faço esta, e inicio a outra cordada, que termina logo abaixo do cume. Hilton permite que eu guie a última cordada que segue por uma aderência com oposição numa fenda e após uns 10 metros segue para a direita e pouco depois para a esquerda. Apesar da simplicidade destes últimos movimentos, sou cauteloso. Quando ergo a cabeça para ver quanto falta, visualizo a cerca de proteção do cume e muitas pessoas que olhavam para mim como para um extraterrestre. Cheio de emoção, sinalizo para o Hilton que a escalada termina ali. Logo que inicia a escalada, ele escorrega e cai, evidentemente movido pela ansiedade de atingir o cume. Em seguida vence o nervosismo, e logo nos abraçamos comovidos. Para comemorar, vamos tomar um refrigerante gelado a poucos passos do final da via.

Agora só precisamos relaxar e curtir a vista! Escalamos um símbolo! E no final... nada de rapel, vamos descer de bondinho!


Maurício Schimmelpfeng - PY5AT





 
Links relacionados
· Mais sobre Montanhismo
· Notícias por hipolito


As notícias mais lidas sobre Montanhismo:
26/11/2005 - Ferry Boat Guaratuba - Federação Paranaense de Surf



Classificação de notícias
Votar: 4.69
Votos: 13


Por favor, dedique um segundo de seu tempo para votar nesta notícia:

Excelente
Muito bom
Bom
Regular
Péssimo



Opções

 Imprimir Imprimir



Tópicos relacionados

Cultura e LazerFotografiaMontanhismo

Web site powered by PHP-Nuke

All logos and trademarks in this site are property of their respective owner. The comments are property of their posters, all the rest © 2002 by me.
You can syndicate our news using the file backend.php or ultramode.txt
Hipólito Luiz Carignano

PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.
Tempo para gerar esta página: 0.04 segundos